Oferta Da Microsoft pela Activision-Blizzard É Aprovada Pela UE (União Europeia)

Vitória Da Microsoft em sua tentativa de finalizar a aquisição da Activision Blizzard.

O órgão regulatório da União Europeia divulgou oficialmente nesta segunda-feira (12) que aprovou o negócio, que deve envolver investimentos de aproximadamente US$ 69 bilhões. O órgão regulatório afirmou que a decisão positiva é “condicionada ao seguimento completo” dos compromissos e parceiras que a fabricante do Xbox fez em relação ao mercado de jogos pela nuvem.

Recentemente, ela divulgou diversos acordos para trazer séries como Call of Duty para plataformas da Nintendo e vários serviços especializados no streaming de games e ressaltou

“Nossa decisão representa um passo importante nessa direção, trazendo os jogos populares da Activision. Para mais dispositivos e consumidores do que antes, graças ao streaming de jogos em nuvem”. Disse Margrethe Vestager, vice-presidente executiva responsável pela política de concorrência na Comissão Europeia.

“Os compromissos oferecidos pela Microsoft permitirão pela primeira vez ao streaming jogos em qualquer plataforma. De streaming de jogos em nuvem, aumentando a concorrência e as oportunidades de crescimento.”

O órgão regulador da União Europeia, disse que não vê problemas em remover o Call of Duty do PlayStation.com a remoção do Call of Duty e de outros jogos da Activision Blizzard do PlayStation,

Mesmo que a Microsoft decidisse retirar os jogos da Activision do PlayStation, isso não prejudicaria significativamente a concorrência no mercado de consoles.” Defendeu.

Órgão afirmou que a concorrência sobre a Sony não seria afetada pelo fato que ela poderia subistituir com um novo jogo do mesmo nível. No entanto, o órgão afirmou que não existem incentivos financeiros para que isso aconteça. A final própria Microsoft já havia confirmado sua decisão com respeito ao serviço oferecido no acordo.


A decisão é bastante relevante para a dona do Xbox, visto a grande importância que o bloco de países tem para o andamento dos negócios. Junto à FTC norte-americana e a CMA britânica, a União Europeia é considerada como uma das três entidades mais importantes que a Microsoft precisa convencer a aprovar o acordo.

Sobre as licença gratuita de jogos da Activision Blizzard.

Quem também de forma oficial trouxe a noticia foi Stephen Totilo através de seu Twitter . Stephen Totilo que é o editor-chefe do site de notícias e opiniões sobre videogames Kotaku.com. Ele também é colaborador do New York Times. Noticiou:

“BREAKING: EU approves Microsoft bid for Activision-Blizzard, thanks to Microsoft’s 10-year cloud commitments. Microsoft pledges a free license to let any European gamer run any current or future Activision Blizzard PC game on any streaming platform”.

Traduzido: “Novo: União Europeira aprova oferta da Microsoft pela Activision-Blizzard, graças aos compromissos de nuvem de 10 anos da Microsoft”A Microsoft promete uma licença gratuita para permitir que qualquer jogador europeu execute qualquer jogo de PC atual ou futuro da Activision Blizzard em qualquer plataforma de streaming”.

A União Europeia também afirmou que a Microsoft se comprometeu a dar aos consumidores europeus uma licença gratuita. Para transmitir todos os jogos atuais e futuros da Activision Blizzard. Segundo a entidade, isso vai valer para qualquer serviço de streaming de jogos em nuvem” que atue na região. No entanto, a empresa se comprometeu a não tornar o catálogo de jogos exclusivo do Xbox. Ela não poderá cobrar qualquer espécie de taxa como, forma de bloquear o acesso aos jogos da Activision Blizzard que concorram diretamente com seu xCloud.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *