Header Ads

Seo Services

A capcom é processada!



Na última sexta-feira (4), a estilista Judy A. Juracek ajuizou ação contra a Capcom por abusar e expandir as imagens de seu livro Surfaces nos diversos jogos da empresa, desde a série Resident Evil até Devil May Cry. O Surfaces foi lançado em 1996 como um acervo de mais de 1.200 fotos, destinado a servir de referência para artistas em seus próprios projetos, e vem acompanhado de um CD-ROM contendo arquivos fotográficos. No entanto, o uso comercial dessas imagens requer um contrato de licença, e Juracek disse que a Capcom nunca a contatou nas últimas décadas - mas suas imagens foram usadas em vários de seus jogos. No documento do processo (via Polygon) estão várias imagens de comparação das imagens originais do livro e as imagens correspondentes encontradas em títulos como Resident Evil 4, Além da superfície (como o nome do livro indica), a ação também alega que a editora ainda usou uma das imagens para criar um logotipo para RE 4, um dos jogos mais populares e reconhecidos da empresa.



O exemplo acima de um logotipo apontando para um possível uso de sua imagem, Um argumento a favor do designer é que, como a Capcom foi hackeada em 2020, muitas informações acabaram vazando para o público, incluindo imagens usadas em jogos como Resident Evil. O processo declara: "Pelo menos uma imagem no arquivo Capcom hackeado tem o mesmo nome de arquivo usado no CD-ROM." O documento até citava as recentes alegações de plágio do diretor de cinema Richard Raaphorst contra o monstro de "Resident Evil Village", supostamente inspirado em seu filme "Frankenstein's Army". Judy A. Juracek pede US $ 12 milhões em compensação por violação de direitos autorais.

Nenhum comentário