Header Ads

Seo Services

Ingrid "Sol" Bueno era jogadora de Call of Duty e foi assassinada em São Paulo

Ingrid
"Sol jogadora de Call of Duty
"
 


Já vivemos em um pais ou podemos dizer em um mundo de bastante violência corriqueira, e para deixar ainda mais isso claramente visível, agora no esporte de game, até onde vai a sanidade humana e a que ponto chegara, assim como as mulheres aqui fora são ameaçada é claramente notado que dentro do mundo game não é diferente.

A garota tinha apenas 19 anos e participava como muitos outros game de um grupo que jogava o call of duty mobile. Tanto o grupo como seus pais não imaginavam que uma infelicidade poderia sobrevir a sua família por causa de um monstro que resolve tira a vida da garota, os motivos não são claros, mas a maioria ver isso como uma inveja ou rivalidade de rejeição vingativa.

Sol segundo relato, estava de licença por causa do COVID 19, desde 15 de fevereiro, pois seus pais tinham contraído a doença, por precaução ela pediu um documento que constava a CID 834,2 que comprovava a infecção do vírus.

 

Alguns até pensava que ela havia comprado atestado, mas isso foi desmentido pelos pais da jovem assassinada cruelmente. “Ela não comprou o atestado como muitas pessoas estão dizendo” Disse os parentes da menina. 



https://www.instagram.com/p/CLrzheKFssT/?utm_source=ig_web_copy_link
No Instagram sua irmã fez uma homenagem a ela junto com os jogadores, demostrando o afeto e amor pela jovem, que perdeu sua vida por causa de inveja e maldade de outra pessoa.
Instagram

Membro da equipe relatou que o suspeito tentou entra na equipe, mas como ela já estava com a capacidade no limite não foi possível, porém eu continuo insistindo.

Mesmo depois do crime, suspeito tentava se aproxima de outra garota do game, Sol foi uma vítima que deixou uma cicatriz em amigos e principalmente nos familiares, mas sabemos que todos a amavam.

 

Suspeito já foi preso, após confessa o crime, agora é aguarda a justiça.

Nenhum comentário